Docentes da SINDUFFS/UFFS manifestam apoiam a candidatura do Presidente Lula!

Os docentes reunidos em assembleia, realizada no dia 4 de agosto de 2022, pela Seção Sindical dos Docentes da Universidade Federal da Fronteira Sul – SINDUFFS, deliberaram apoio à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República. Entre os fatores que influenciaram essa decisão estão graves problemas de ordem social, como: a volta da fome (num país que produz milhões de toneladas de alimento); o crescente desemprego, concomitante ao crescente acúmulo de riqueza nas mãos de poucas pessoas à custa do sofrimento e miséria de milhões de brasileiros; os ataques à educação pública nacional com o corte de bilhões de reais do orçamento, tanto das Universidades Federais quanto da educação básica; a precarização da saúde pública, que também sofreu cortes bilionários, prejudicando milhões de Brasileiros usuários do SUS. Soma-se a esses fatores, os ataques à democracia e a ameaça constante de um novo golpe e instauração de uma ditadura, proferidos por Jair Bolsonaro e por muitos dos seus apoiadores e cúmplices. 

Entendemos que o desmonte do Estado Democrático de Direito e da Gestão das Políticas Públicas, em especial da Universidade Pública, tem sido marcado por intervenções que englobam cortes de orçamento, ataque à ciência e a autonomia universitária e docente. A UFFS é um exemplo vivo deste contexto, pois não teve respeitado o resultado das eleições para reitor no último pleito.  A atual gestão, cegamente alinhada ao governo federal, vem conduzindo uma política universitária de enfrentamento aos órgãos colegiados e de descaso com políticas fundamentais para nossa instituição  . É hora de dizer BASTA! É hora de recomeçar a pensar a Universidade Pública, Popular, Gratuita e de Qualidade. É hora de resgatar a valorização da carreira dos professores e servidores públicos que se dedicam à construção da Educação, da Ciência e da Tecnologia nesse país. É hora dos nossos jovens poderem voltar a sonhar com o acesso e a permanência na educação básica e nas Universidades.

O apoio a LULA deve ser acompanhado de uma atitude vigilante, crítica e de luta. Acreditamos que é necessário e possível incluir pontos substanciais em um projeto de governo que fortaleça um projeto nacional com vistas à superação das violências, das desigualdades e da exploração dos trabalhadores. Neste sentido, tomamos posição e vamos defender, nesse momento histórico, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, entendendo não ser a eleição um fim em si mesmo, mas a construção de um caminho para recuperar espaços de diálogo e avançar em pautas fundamentais para os trabalhadores/as, em especial, da educação pública nacional. 

Esperançosos e com muita disposição para a luta, acreditamos que, derrotar  Bolsonaro e o bolsonarismo é um passo importante para avançarmos em uma frente ampla de transformação do nosso país. Enquanto docentes, cientistas e profissionais, defendemos a vida e a humanização acima de qualquer interesse. Nossa profissão e nosso compromisso ético e moral é com o povo brasileiro, qualquer ação que vá contra esse princípios será por nós combatida e denunciada.

POR UM BRASIL DEMOCRÁTICO, LIVRE E SOBERANO. SEGUIMOS EM LUTA!