Assembleia Geral Extraordinária autoriza ação civil pública contra prefeito João Rodrigues em razão de vídeos em desfavor de docentes da UFFS

No dia 20 de maio de 2022, das 13:30 às 14:30, a SINDUFFS realizou uma Assembleia Geral Extraordinária para deliberar sobre a autorização da categoria para proposição de ação civil pública contra o prefeito João Rodrigues, e quaisquer outras medidas judiciais ou administrativas, em razão de vídeos veiculados em suas redes sociais em desfavor de docentes da UFFS.

A mesa foi presidida por Benedito Silva Neto, que ao iniciar os trabalhos, apresentou a pauta e informou os presentes do procedimento da assembleia, que contou a exposição do advogado Eduardo Baldissera Carvalho Salles, da Assessoria Jurídica da SINDUFFS, e foi seguida por inscrições para falas de até 3 minutos dos docentes presentes.

Salles se solidarizou com os docentes mencionados nos vídeos e com toda a categoria que foi atingida, informa sobre os possíveis crimes e irregularidades nas manifestações públicas via redes sociais do prefeito de Chapecó, João Rodrigues, e apresenta a proposta de uma Ação Civil Pública da SINDUFFS, entidade que representa os docentes na UFFS, contra as manifestações do prefeito. Lembrou também, que a ação do prefeito ocorreu em pleno Dia Nacional da Luta Antimanicomial, dia 18 de maio de 2022.

Os docentes passaram se manifestar conforme a ordem das inscrições. Entre as falas, ressaltaram-se as manifestações em solidariedade aos docentes expostos e a toda a categoria, além de serem consideradas estratégias para ampliação da mobilização e outras medidas judiciais e administrativas.

Sem mais inscrições ou manifestações, o presidente da mesa questiona os docentes presentes se há consenso sobre a proposição da pauta.  Sem manifestações contrárias, o presidente da mesa declara que os docentes em Assembleia Geral Extraordinária autorizam a proposição de ação civil pública contra o prefeito João Rodrigues, e quaisquer outras medidas judiciais ou administrativas, em razão de vídeos veiculados em suas redes sociais em desfavor de docentes da UFFS.

Leia aqui a Nota de Repúdio da Diretoria da SINDUFFS à manifestação de João Rodrigues

Leave a Reply

Your email address will not be published.